Investimentos em startups cresceram 14%; veja 5 que receberam aporte em 2015

O número de startups brasileiras cresceu em 18% nos últimos seis meses, com uma movimentação total de R$ 2 bilhões no país, de acordo com dados da ABStartups (Associação Brasileira de Startups)

15957_2_L

Júlia Miozzo é repórter do Portal InfoMoney

3 de dezembro de 2015

SÃO PAULO – Mesmo diante da crise econômica que o Brasil enfrenta, os investimentos em startups parecem não ter sido afetados e, entre junho do ano passado e junho de 2015, teve um aumento de 14%, comparado com o mesmo período entre 2013 e 2014.

No total, foram mais de R$ 784 milhões investidos, segundo informações da entidade Anjos do Brasil. Além disso, o número de startups brasileiras cresceu em 18% nos últimos seis meses, com uma movimentação total de R$ 2 bilhões no país, de acordo com dados da ABStartups (Associação Brasileira de Startups).

As startups de tecnologia são as que dominam o mercado atualmente, principalmente voltadas para o e-commerce e comportamento do consumidor.

Veja algumas das startups que receberam aporte neste ano e saiba quais são as tendências:

ShopBack
Através de carrinhos abandonados em e-commerce, a startup consegue fazer a retenção de clientes através do Big Data e recebeu um investimento de R$ 3 milhões, usadopara ampliar a plataforma e incrementar a avaliação do comportamento de usuários. Assim, é possível identificar usuários e retomar o contato com consumidores através de e-mail.

FX Flow Intelligence
Com o intuito de avaliar o comportamento dos consumidores em lojas físicas e shoppings centers, a startup recebeu R$ 8,5 milhões em investimentos. Ela utiliza a tecnologia de visão computacional, um dispositivo instalado no local que monitora e informa via internet a quantidade de visitantes, hot zones, direção e comportamento no tráfego

IguanaFix
A plataforma traz diversas opções de prestadores de serviços de reforma e construção e permite que o usuário faça orçamentos e compare preço, economizando uma boa quantia. Recebeu US$ 3 milhões em investimentos, investidos na operação brasileira da startup –que também está presente na Argentina e México.

Social Comics
Pode-se dizer que a startup funciona como um “Netflix de quadrinhos”, com mais de 800 quadrinhos disponíveis para streaming. Neste ano, ela recebeu um investimento de R$ 2 milhões do Grupo Omelete, criador da CCXP (Comic Com Experience) e do site Omelete.com. O grande intuito da startup é a internacionalização da plataforma para os EUA e outros países da América Latina.

Contabilizei
O site exerce a função de um escritório de contabilidade, mas totalmente online – uma boa opção para micro e pequenas empresas. Embora o valor do investimento não tenha sido divulgado, foi feto pela Kaszek Ventures, criada pelos fundadores do Mercado Livre.

Compartilhe:
Classifique: