A General Electric quer vender sua divisão mais tradicional e focar em inovação

A GE vem se transformando aos poucos de uma empresa que vende equipamentos diretamente para o consumidor para uma companhia mais focada em grandes inovações vendidas para empresas

Felipe Moreno é editor-chefe do StartSe e fundador da startup Middi, era editor no InfoMoney antes

10 de abril de 2017

Uma das empresas mais icônicas do mundo, a General Electric, embarcou em uma jornada de inovação nos últimos anos. E uma das principais medidas neste reposicionamento da companhia seria vender sua divisão mais tradicional: lâmpadas. As informações são do Wall Street Journal.

A companhia pode levantar até US$ 500 milhões com essa venda, que não incluiria divisão comercial de vendas de lâmpada de LED para a rua. Grupos chineses, como o Haier, estariam interessados em realizar este tipo de aquisição.

A GE vem se transformando aos poucos de uma empresa que vende equipamentos diretamente para o consumidor para uma companhia mais focada em grandes inovações vendidas para empresas. A companhia está fazendo uma mudança drástica em alguns setores, como o de healthtech, que passará a abrigar vários engenheiros e programadores.

A companhia está interessada em inovação e é uma das maiores investidoras em startups do mundo – tem, até, um grande escritório no Vale do Silício. Sua companhia também pode se tornar inovadora. Temos um e-book gratuito sobre este assunto – e como startups podem ajudar grandes corporações -, além de um evento em São Paulo para tratar do assunto. Não deixe de conferir.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: