DOMO Invest faz sua primeira aposta em fintechs: a Noverde

Para compor seu fundo de Venture Capital, a DOMO Invest procura startups early stage

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

13 de novembro de 2017

A Asset Management de Venture Capital DOMO Invest acaba de investir R$ 4 milhões na fintech Noverde – sua primeira aposta no setor.

“Com essa segunda rodada de investimento, lembrando que é a primeira de um fundo de VC, seremos capazes de aumentar exponencialmente nossa base de clientes, que consiste em uma parcela relevante da população para qual a oferta de produtos financeiros ainda é limitada. Estamos iniciando um novo ciclo de crescimento e a DOMO Invest terá um papel fundamental para nos ajudar a levar serviços financeiros mais eficientes e customizados às classes C e D”, afirma Eduardo Teixeira, sócio fundador da startup.

A Noverde visa promover o reequilíbrio financeiro por intermédio de uma experiência positiva de empréstimo, sem burocracia, com tickets de até R$ 4 mil. Com seu aplicativo, o consumidor só precisa preencher um cadastro simples para ter seu crédito analisado em tempo real. Uma vez pré-aprovado, o empréstimo será disponibilizado em sua conta bancária, com juros menores do que os praticados pelo mercado. O pagamento pode ser parcelado em até 12 vezes.

Não deixe de conferir: a Nova Economia está revolucionando a cultura de gestão corporativa. A tecnologia tem desafiado modelos de negócios estabelecidos. As boas práticas de gestão e governança são importantes, mas não aceleram mudanças disruptivas. Existe um novo ecossistema de inovação que quer tomar o mercado dos incumbentes. Como juntar forças e se beneficiar dessa conexão, visando tanto a inovação radical, quanto a inovação incremental?  Não perca a oportunidade de conhecer o evento que a StartSe está promovendo sobre inovação corporativa via startups.

“Novas tecnologias estão transformando os serviços ofertados aos consumidores, queremos ocupar esse papel no segmento financeiro focado nas classes C e D, um mercado ainda pouco atendido. Com o novo aporte e uma combinação de habilidades, seremos capazes de promover um maior acesso a esta camada”, faz coro Bernardo Luca, co-fundador da Noverde.

Para compor seu fundo de Venture Capital, a DOMO Invest procura startups early stage. A Asset quer ajudar empreendedores nesse estágio de negócio, no qual já provaram a aceitação mínima de seu público-alvo, para aportar mais do que somente recursos financeiros.

“Esse nosso fundo aportará até R$ 100 milhões em startups de tecnologia, com foco em B2C ou B2B2C. Consideramos o momento muito apropriado para investimentos em fintechs, a Noverde se encontra, nesse nicho de mercado e nos interessa firmar bons negócios”, continua Rodrigo Borges, um dos sócios-fundadores da DOMO Invest.

Todo o coaching da DOMO Invest está pautado em contribuições com conhecimento de mercado, estratégias de crescimento inovadoras, desenvolvimento de produtos, estruturação de times ágeis, acesso a novos clientes, fornecedores e funding para as próximas rodadas. “Com a tecnologia desenvolvida, a Noverde consegue operar com muito mais eficiência, de modo a conseguir oferecer crédito a base da pirâmide de forma inteligente e sustentável”, finaliza o outro sócio-fundador da DOMO Invest, Gabriel Sidi.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: