Após 15 anos, eBay deixa de usar PayPal como principal forma de pagamento

Até 2020, pagamentos não serão mais processados primariamente pelo PayPal; mas solução ainda poderá ser escolhida pelos clientes

Tainá é repórter da StartSe

5 de fevereiro de 2018

O PayPal é conhecido por ser uma forma segura de realizar pagamentos na internet, visto que os dados de pagamento não são compartilhados com as lojas. Além disso, se o produto não chega, o próprio PayPal reembolsa o consumidor. Por esses motivos, o PayPal sempre foi um grande parceiro do eBay (de quem até já foi propriedade), um marketplace no qual cada usuário cria sua própria loja.

O eBay anunciou que a relação acabará até 2020, quando o PayPal deixará de ser o processador de pagamentos do marketplace. No entanto, até julho de 2023, os usuários que escolherem realizar pagamentos com o PayPal também terão essa opção.

Com a novidade, os usuários realizarão e finalizarão a compra sem sair do site do eBay. Com o tempo, o eBay deverá ser capaz de intermediar todos os pagamentos por si só – realizando investimentos para isso. Até lá, a empresa contará com a ajuda da empresa alemã Adyen, que processa pagamentos em 150 moedas diferentes, em 200 métodos, mas ainda é muito, muito menor do que o PayPal.

A empresa afirma que os vendedores poderão esperar uma redução nas taxas de pagamento, assim que o eBay começar a intermediá-los. O eBay ainda está trabalhando em soluções para trazer uma central de controle completa dos negócios, com informações dos status de todas as transações e interações com clientes na empresa.

Para os compradores, o eBay afirma que a novidade trará mais opções de pagamento o checkout e um checkout integrado ao próprio site. O eBay e o PayPal foram fundados em San José, uma das cidades que compõem o Vale do Silício. Hoje, as duas empresas são referências no que se propõem: marketplace e processamento de pagamentos, estando disponíveis em diversos países. Para conhecer em primeira mão as novidades do Vale do Silício, participe da Silicon Valley Conference.

Receba as novidades mais quentes da Tecnologia no mundo em seu e-mail.

Compartilhe:
Classifique: