Bill Gurley, legendário investidor do Uber, Snap e eBay agora aposta nas healthtechs

Investidor afirma que a indústria da saúde está em momento chave, já que que o Vale do Silício está interessado no healthcare

Elena Costa é repórter da StartSe.

21 de dezembro de 2017

Bill Gurley, legendário investidor do Uber, Snap e eBay agora aposta nas healthtecs, afirmando que elas chegaram em momento crucial engatilhado por pequenos atos ao longo dos anos. Ele tuitou em 2014 sobre o setor de saúde alegando que estava tudo uma bagunça, algo que estimulou as startups do setor a ‘sacudir’ o mercado.

Passados 3 anos, ele agora se prepara para investir na Solv, companhia que ajuda marcar consultas médicas urgentes e na Stitch, uma plataforma de comunicação de médicos. Ação do investidor é feita em momento chave, já que o Vale do Silício está interessado no healthcare.

Alguns aprendizados de Gurley durante o período do seu tuíte e seus atuais investimentos perante uma indústria de saúde altamente regulamentada foi que muitas pessoas adentram o mercado de healthcare desejando inovar o setor e ser disruptiva, mas na maioria das vezes elas apenas pioram o sistema e não o resolvem.

Ele enxerga que os pacientes estão querendo e esperando cada vez mais. Desejam mais conveniência. “A indústria chegou ao ponto em que o cliente espera um melhor serviço. Você está obtendo diferentes níveis de serviço em outras indústrias, então sua expectativa está aumentando como consumidor”, disse Gurley.

Para ele, chegamos em um momento onde a indústria está se tornando mais conveniente, principalmente nos cuidados que são urgentes. Ele exemplifica isso com um pediatra de Dallas que funciona das 15h até 23h para que as crianças não percam a escola para ir no médico. Outro fator que contribui para este caminho são as farmácias como a CVS que fornecem serviços rápidos e consumer-friendly.

Gurley justifica esse movimento da indústria de se tornar conveniente é “porque as franquias estão aumentando e o co-seguro está aumentando, você está fazendo mais pessoas compradoras”. Ele continua destacando que isso influenciará em como se paga pelos cuidados, já que as empresas que abrangem o provedor de cuidados de saúde e o plano de seguro estão ganhando impulso.

O investidor ressalta que “o maior problema com o capitalismo dos Estados Unidos é que a democracia e o capitalismo se corrompem ao longo do tempo. As indústrias que se tornam mais regulamentadas tornam-se as mais corruptas, e as pessoas que escrevem os regulamentos são os operadores históricos. É mais difícil para as startups amansar.”

No primeiro semestre do ano passado foram mais de US$ 2 bilhões investidos em Health Tech, e esse número só deve crescer nos próximos anos. Novos medicamentos e vacinas, próteses, órteses, máquinas e equipamentos para diagnóstico e intervenção, robôs cirúrgicos, prontuário eletrônico único e etc, são exemplos de campos de investimento e trabalho de milhares de técnicos e cientistas. Aprenda mais sobre esse universo no Missão Vale do Silício focada em HealtH Tech.

(Via Business Insider)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

Receba as novidades mais quentes da Tecnologia no mundo em seu e-mail.

 

Compartilhe:
Classifique: