Passo a passo: veja como criar um chatbot para sua startup

A ferramenta de comunicação é a nova tendência tecnológica de atendimento ao cliente. Acompanhe o passo a passo para criar um chatbot

criar um chatbot

Empresa especializada em tecnologia para o setor financeiro, startups e fintechs. Referência há mais de uma década, entrega inovação e sucesso para grandes players do mercado

13 de janeiro de 2017

Chatbot é basicamente um serviço baseado em regras e inteligência artificial. Os robôs programados para atuarem como assistentes inteligentes interagem com usuários através dos sistemas de mensageria: Facebook Messenger, Skype, Telegram e outros. Na medida em que a tecnologia avança, o sistema tende a dar respostas cada vez mais parecidas com as que pessoas dariam.

As startups no papel de empresas inovadoras que acompanham os avanços tecnológicos, se ainda não fizeram, precisam olhar de perto para suas possiblidades e vantagens. Mas como analisar se meu negócio precisa de um chatbot e como implementar?

Acompanhe as etapas para criar um chatbot

1 – Definir propósito
Antes de tudo é importante saber o propósito do bot e como ele irá ajudar seus usuários. Vai resolver um problema real ou fazer diferença para o seu negócio?

2 – Identificar tópicos e premissas
Definido o propósito do seu bot, é hora de identificar os assuntos que ele precisa entender para ser capaz de responder de forma assertiva o usuário. Sua fala deve ser formal ou informal? Deverá armazenar quais informações do usuário? Quais serão as premissas de cada função do bot?

3 – Simular diálogos
É importante simular diálogos para cada tópico. Um que seguirá um fluxo principal e outro pensando em fluxos alternativos.

4 – Refinar navegação entre tópicos e definir profundidade
O próximo passo é mapear como o bot entenderá os tópicos que você definiu na etapa anterior. O robô vai aprender com “frases exemplo” a identificar a intenção do usuário e responder ou direcioná-lo da melhor forma. É recomendada a utilização de uma ferramenta de linguagem natural que será treinada com várias frases para se aperfeiçoar. O LUIS da Microsoft é um exemplo.

5 – Mapear árvores de conversas
Com base nos tópicos definidos, intenções e frases de direcionamento, podemos mapear árvores de conversas.

6 – Mapear as origens de informações do Bot
É preciso identificar onde o bot consultará as informações para responder ao usuário. Será de um banco de dados, por exemplo?

7 – Definir canais
Defina os canais pensando em quais serão mais estratégicos para o seu negócio. Facebook Messenger, Telegram, MyPush, blog, aplicativo, entre outros.

Quer implementar?

A Cedro Tech, em parceria com a Microsoft, tem um grupo dedicado aos estudos e implementação da tecnologia no Brasil. Fale por aqui com um dos especialistas da Cedro e entenda como alavancar seu projeto.

Conteúdo escrito com a colaboração de Matheus Schulz, Gerente de Projetos da Cedro

Série chatbot

 

Compartilhe:
Classifique: