Quer receber até R$ 170 mil e ainda acelerar sua fintech no Vale do Silício?

Essa é uma oportunidade aberta para quem tem uma startup de fintech. E que eu gostaria de compartilhar com vocês novamente

Felipe Moreno é editor-chefe do StartSe e fundador da startup Middi, era editor no InfoMoney antes

16 de fevereiro de 2017

O Vale do Silício é a meca do empreendedorismo mundial. Eu conheci a região (finalmente) na semana passada e me apaixonei completamente. Em uma semana, consegui aprender muita coisa, quem diria se eu tivesse um mês inteiro na região?

Bom, essa é uma oportunidade aberta para quem tem uma startup de fintech. E que eu gostaria de compartilhar com vocês novamente. Isso pois a Visa e Kyvo, parceira da GSVlabs no Brasil, estão buscando até 5 fintechs para acelerar através do programa “Track”.

A gigante dos cartões procura startups que possuam potencial para revolucionar a indústria. Elas passarão por um processo de aceleração no Brasil e na sede da GSV, no Vale do Silício. É uma oportunidade única.

As empresas deverão supervisionar os empreendedores no momento de definição do modelo de negócio, além do aprendizado de técnicas e ferramentas nas áreas de produto, serviço, design e marketing. Você pode se inscrever através do site oficial do programa, usando a plataforma de startups do StartSe, até o dia 31 de março.

Além disso, as startups selecionadas podem receber até R$ 170 mil cada uma em tecnologias e serviços profissionais e R$ 66 mil por startup para custear a estadia no Vale do Silício. “Estamos nessa missão para sermos tão bem sucedidos no mundo digital quanto somos no físico, o que significa que estamos em busca de parceiros capazes de trabalhar com flexibilidade e rapidez”, conta Percival Jatobá, Vice-presidente de produtos da Visa do Brasil. “O Visa Everywhere Initiative é a forma que encontramos para integrar essa nova mentalidade da comunidade de startups com o plano digital da Visa. Queremos parceiros inovadores que façam a diferença”.

No total, são até 6 meses de programa, com três de aceleração (um deles no Vale do Silício) e outros três meses de incubação. Isto faz parte do Visa Everywhere Initiative, um programa criado em 2015 para  que a companhia impulsione novos relacionamentos com talentos emergentes no ecossistema de startups, trazendo novas ideias que melhorem o mundo dos pagamentos.

Após as empresas selecionarem os melhores participantes, estas startups passam por períodos de imersão, bootcamp e elaboração de estratégias, recebendo acesso ao conteúdo, às práticas, aos estudos de casos da GSVlabs e a uma rede estratégica de 170 mentores da comunidade Global Silicon Valley. “O empreendedor terá à disposição toda a rede de mentores e técnicas empregadas no Vale do Silício a partir do Brasil, com a vantagem de poder otimizar a concepção e o planejamento da empresa para o mercado nacional”, diz Hilton Menezes, sócio-fundador da Kyvo.

Além disso, cada startup poderá apresentar seu pitch para um comitê nomeado pela Visa, Kyvo e GSVlabs no Demo Day, que deve acontecer em outubro de 2017. Não deixe de se inscrever através do site oficial.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: