Brasileiro cria cadeira de rodas comandada apenas por movimentos do rosto

Essa cadeira de rodas pode significar maior liberdade e independência para pacientes debilitados

Especialista em startups e co-fundador do StartSe, maior ecossistema de startups do Brasil

19 de maio de 2017

A startup brasileira HOO.BOX Robotics  está desenvolvendo uma cadeira de rodas totalmente equipada com tecnologia de reconhecimento facial. Em outras palavras, seu sorriso pode movê-la para a frente e dar mais autonomia para pacientes tetraplégicos.

A equipe HOO.BOX, liderada por Paulo Pinheiro, prevê que esta cadeira de rodas será extremamente útil para pessoas que sofrem de condições que limitam o uso de suas mãos e braços, como paralisia cerebral ou resultados de um acidente vascular cerebral. O protótipo, chamado Wheelie, foi inicialmente desenvolvido por pesquisadores da Escola Brasileira de Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp.

A Wheelie utiliza um laptop e a câmera de reconhecimento facial RealSense da Intel para capturar e decifrar quase 80 pontos do rosto de uma pessoa. O software pode ser programado para reconhecer movimentos faciais, como um sorriso completo, meio sorriso, nariz enrugado, língua para fora ou bochechas inchadas e, em seguida, atribuir essas ações para dirigir a cadeira de rodas para frente, para trás, virando à esquerda ou à direita ou parando-a.

O truque para tornar isso prático foi encontrar pistas faciais que eram confortáveis ​​para, digamos, pacientes com AVC realizar, enquanto também não é tão comum como limitar a capacidade do usuário para ter uma conversa durante a condução.

A Hoo.Box estará presente no Health Tech Conference para apresentar suas soluções. O evento é o maior encontro para apresentar novas tecnologias para a saúde já feito no país. Para conhecer mais, acesse o site https://eventos.startse.com.br/healthtech/.

Compartilhe:
Classifique: