AGROFIP vai investir até R$ 25 milhões em startups de agronegócio

Para esse ano, o plano é investir até 10% do valor em ao menos 10 startups, com aportes que variam entre R$ 250 mil e R$ 2 milhões

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

1 de fevereiro de 2017

Encontrar soluções inovadoras para o agronegócio em Logística, Gestão, IOT, Big Data, Biotech, Água, Carbono e Sustentabilidade, por meio da conexão de empreendedores a investidores do ecossistema. Esse é o propósito do AGROFIP, um veículo de investimento formado pela aceleradora Start You Up, Casa do Adubo, Grupo Pianna, Royse Law Firm e Coopttech.

Com a iniciativa, objetivo é investir até R$ 25 milhões durante os próximos cinco anos. Segundo Tiago Sarlo, diretor da Start You Up, existem vários setores interessantes para investimento quando se pensa em startups, mas o de agro tem ingredientes únicos que podem ajudar o Brasil se tornar referência mundial em agtech.

“O Brasil é um país de dimensões continentais, tem grandes centros de pesquisa e desenvolvimento ligados a instituições acadêmicas que precisam de investimento para ganhar escala global e colocar o Brasil no mapa da inovação. São negócios como estes, com uma clara vantagem competitiva e um time empreendedor de alto nível que buscamos. Por isso, temos todo o potencial para decolarmos com o agronegócio digital”, comenta.

Para esse ano, o plano é investir até 10% do valor em ao menos 10 startups, com aportes que variam entre R$ 250 mil e R$ 2 milhões. “O AGROFIP está com o radar ligado para captar negócios inovadores, com alta escalabilidade e com presença em setores com grande potencial ainda pouco explorados no agronegócio. A expertise da Start You Up, tanto na escolha das melhores startups, quanto na consultoria às selecionadas é um grande trunfo do projeto”, continua.

Para além do aporte financeiro, a Start You Up promoverá para as empresas selecionadas workshops, palestras, consultorias e mentorias específicas a cada negócio. “Em parceria com empresários do ES montamos um veículo de investimento para participar de empresas do agronegócio. Esses investimentos podem transformar o agronegócio do Estado do Espírito Santo, bem como do Brasil”, afirma. “O Brasil já é referência mundial, imaginem quando as tecnologias se tornarem algo padrão. Existe muita oportunidade no nosso mercado e vamos buscá-la”.

As inscrições podem ser feitas a qualquer momento no site e como não há prazo definido os primeiros projetos recebidos já serão avaliados.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: