Artemisia faz pesquisa e comemora consolidação do mercado de impacto social

De acordo com Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, o crescimento se deve ao próprio amadurecimento do ecossistema

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

11 de janeiro de 2017

Voltada para disseminação e fomento de negócios de impacto social no Brasil, a Artemisia anuncia mudança para uma nova sede.

Instalado em São Paulo, o escritório reflete o espírito de trabalho da organização – vanguardismo, inovação e inspiração para uma equipe que trabalha focada no sonho de contribuir para que 100% dos brasileiros possam viver com dignidade e poder de escolha.

O espaço é compartilhado com uma das empresas aceleradas pela organização: a Geekie, que atua no setor de educação.

Um levantamento inédito conduzido pela organização aponta uma significativa evolução no ecossistema em que atua, sobretudo nas inscrições e análises para seu programa de aceleração.

De 2011 para 2016 houve um aumento de 640% no número de negócios avaliados. No que diz respeito aos investimentos recebidos no mesmo período, a pesquisa revela crescimento também significativo. Apenas em 2015, mais de R$ 19 milhões foram investidos nos negócios acelerados pela organização. Em comparação com 2014, esse valor representa um crescimento de 108% no montante dos aportes.

De acordo com Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, o crescimento se deve ao próprio amadurecimento do ecossistema de negócios de impacto social.

“A evolução do campo mostra que, além de termos mais empreendedores interessados em atuar em impacto social, temos uma rede de negócios mais robustos que atraem investimentos – sobretudo para os que estão em processo de crescimento, ampliação do atendimento e ganho de escala”.

Nos últimos cinco anos, 91 projetos foram acelerados pela Artemisia; desses, 48% receberam investimentos, que no total, somam R$ 65,6 milhões.

Esses negócios impactaram a vida de mais de 27 milhões de pessoas; 85% permanecem ativos – comprovando a expertise da organização não apenas em atender as reais necessidades dos empreendedores, como em reconhecer as oportunidades de negócios que geram alto impacto na população de baixa renda.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: