StartSe em Portugal: brasileiros estão conquistando o céu

A tecnologia desenvolvida permite que inúmeros Drones voem em simultâneo nos céus, coordenadamente e sem conflitos

Correspondente em Portugal do StartSe e responsável pela felicidade dos clientes da Helppier

14 de outubro de 2016

O futuro do nosso mundo passa necessariamente pela aplicação de várias tecnologias que estão apenas no laboratório ou já em testes na vida real. Os Drones são uma destas tendências e uma realidade cada vez mais presente. Hoje venho apresentar uma Startup fundada por dois brasileiros em Portugal e que está liderando a revolução no transporte de mercadorias por Drones.

Eduardo Mendes e Raphael Stanzani vieram do Brasil para o Porto e são apaixonados por tecnologia e robótica. Aproveitando o doutorado do Eduardo na Universidade do Porto, criaram uma Startup especializada em transporte de mercadorias através de Drones – a Connect Robotics.

A tecnologia desenvolvida permite que inúmeros Drones voem em simultâneo nos céus, coordenadamente e sem conflitos. Tudo é controlado em tempo real pelos seus sistemas de planejamento de rotas, monitoramento de voo e prevenção de colisão. Em execução prática está a decorrer em Penela, uma pequena localidade de Portugal, o transporte de marmitas para idosos que moram em locais distantes e de difícil acesso.

Isto resulta de uma parceria realizada com o Município de Penela e com a Santa Casa da Misericórdia, a entidade pública que gere os apoios sociais aos mais carenciados. A dor que estão a resolver é muito evidente: atualmente para se fazer este transporte é necessário que uma van todos os dias faça este transporte por caminhos estreitos pelas encostas das serras, e isto tem um custo enorme para as entidades envolvidas. A Connect Robotics permite fazer o mesmo transporte mais rapidamente e a um custo muito inferior. A startup permite ainda o uso da sua tecnologia por outras empresas do setor através do acesso de API online.

Vejo nesta Startup um futuro brilhante em vários países e principalmente no Brasil, em cidades com um povoamento disperso e com dificuldades de acesso terreste. Rapidamente com os Drones podemos enviar vários tipos de mercadoria em simultâneo e autonomamente a um custo muito baixo. O futuro próximo será o e-commerce e retalho tradicional em setores como gadgets, farmácia, alimentação, entre outros. Poderem ter a sua própria frota de Drones para distribuição dos seus produtos sem ter de estar sempre dependente das transportadoras.

Este conteúdo faz parte do projeto StartSe no Mundo, uma viagem empreendedora por mais de 40 países. Conheça o site do projeto clicando aqui e inscreva-se para receber conteúdos exclusivos ao longo da jornada, que podem inspirá-lo e ajudá-lo a empreender.

Compartilhe:
Classifique: