Fidelizar clientes e consumidores é um bom negócio; veja 4 exemplos

Um bom relacionamento com clientes é imprescindível para qualquer empresa ter sucesso – e startups estão auxiliando no setor

Tainá é repórter da StartSe

10 de julho de 2018

Não é segredo que ter um bom relacionamento com clientes e consumidores é um fator imprescindível para qualquer empresa ter sucesso. Além do fator de preferência ser importante, o custo de aquisição de clientes é bem maior do que o custo de manutenção destes – e é justamente o feedback dos consumidores mais experientes e fiéis que constroem a imagem de uma empresa.

Não por acaso, as startups estão criando estratégias de fidelização para marcas, trazendo melhores experiências de compra para os clientes e consumidores. São diversas as dores que startups estão sanando ao desenvolverem técnicas para todos os gostos, em qualquer setor do varejo – e é por isso que a M. Dias Branco está buscando soluções de startups ao realizar o “Germinar”, seu primeiro programa de conexão com essas empresas.

Conheça as principais iniciativas que a M. Dias Branco está em busca:

Atendimento ao cliente

A qualidade é um dos fatores que mais impactam na hora de comprar um produto, mas não é o único. Se o atendimento não for bom, o cliente ou consumidor facilmente encontrará outras opções no mercado. Por isso, investir em atendimento é um dos fatores mais importantes para as empresas, ao mesmo tempo em que é difícil descobrir quais são suas falhas. A startup Donuz resolve estas questões ao construir um programa de fidelidade próprio para cada empresa, identificando e realizando pesquisas de satisfação para descobrir quais clientes e consumidores estão satisfeitos e quais são os pontos para serem melhorados.

A iniciativa auxilia no mapeamento dos tipos de cliente e consumidor – se são promotores, neutros ou detratores. Os promotores são consumidores que defendem a marca e recomendariam o produto ou serviço para amigos e familiares. Já os neutros são os que não são leais a empresa, mas não possuem sentimentos positivos ou negativos sobre a marca. Os detratores são consumidores que não tiveram boas experiências, não recomendam a empresa e não voltariam a fazer negócio. Uma das formas mais eficazes de medir o contentamento (ou não) de seus consumidores é através de uma pesquisa chamada NPS – e a Tracksale é uma das startups que já realizam esse trabalho.

Cashback

Uma maneira de deixar consumidores felizes e consequentemente promover a fidelização destes é o cashback. A iniciativa permite que o consumidor final receba uma porcentagem de seu dinheiro de volta quando realizar uma compra – e isto já é possível em iniciativas online e offline. A Beblue é a startup que torna esta iniciativa possível em estabelecimentos parceiros principalmente em compras offline. Na hora de realizar o pagamento, o consumidor só precisa informar o CPF e o valor do cashback da loja irá para a sua conta no aplicativo da Beblue. A startup permite que o dinheiro seja usado em novas compras em estabelecimentos parceiros ou transferido para amigos.

Já a Méliuz oferece um serviço semelhante, principalmente focado em para compras online. Ao visitar um e-commerce parceiro da Méliuz, o usuário que estiver logado irá ganhar uma porcentagem de seu dinheiro de volta. Na startup, os usuários podem transferir o saldo resgatado para uma conta-corrente ou poupança. Quem deseja fazer compras offline também consegue resgatar uma porcentagem de seu dinheiro ao informar o celular ou cadastrar o CPF e efetuar a compra em máquinas da Cielo.

Brindes

Não há quem não goste de comprar um produto e ganhar outro. Essa é uma das iniciativas mais antigas de marketing, que está sendo aprimorada a partir da tecnologia por startups. A Volto Sempre permite que os consumidores ganhem pontos e troquem por prêmios, incentivando que continuem comprando em lojas clientes parceiras.

Já a Samplify encontra os consumidores nos próprios estabelecimentos, fornecendo brindes em estabelecimentos parceiros. A startup conecta empresas com brindes com estabelecimentos que podem distribuí-los (e que ganham para isso). A iniciativa permite que os clientes e consumidores provem produtos antes de comprá-los – o que é interessante principalmente para marcas que vendem apenas seus produtos online e que não possuem um local físico para experimentação (como um showroom).

Descontos

Os descontos podem ser a decisão final para um cliente ou consumidor escolher entre um produto e estabelecimento ou outro. Por isso, startups como a Cuponeria já estão atuando no setor, oferecendo cupons de diversos estabelecimentos em aplicativos ou na internet, possibilitando que o consumidor encontre o cupom independente da plataforma que utilize.

Plataformas de descontos são inclusive uma forma de consumidores conhecerem novas empresas e marcas, pois se sentem mais seguros em testar ou experimentar novos produtos e serviços sabendo que estão pagando um preço ainda mais acessível.

Um convite

Buscando novas formas inovadoras de fidelizar seus clientes (supermercados, por exemplo) ou consumidores, a M. Dias Branco – líder nacional em massas e biscoitos – está realizando o seu primeiro programa de conexão com startups: o Germinar. No programa, a gigante de alimentos está em busca de soluções de marketing – como os programas de fidelização e descontos descritos nessa matéria – e comunicação, além de novas tecnologias para tornar os alimentos ainda mais saborosos e saudáveis.

As startups que participarem do programa poderão realizar uma imersão em uma área de interesse da M. Dias Branco, aprendendo com uma empresa líder em seu setor. Na imersão, as empresas desenvolverão e testarão suas soluções – as que tiverem a melhor sinergia com a companhia poderão se tornar suas fornecedoras, parceiras ou até receber investimentos. As inscrições para o programa Germinar já estão abertas e vão até 25 de julho – inscreva-se aqui! O programa é uma realização da M. Dias Branco e da consultoria de inovação Innoscience e tem o apoio da StartSe.

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store


Compartilhe:
Classifique: