Empresas chinesas de tecnologia batem de frente com gigantes dos EUA

Tencent, Xiaomi, Baidu e Alibaba são empresas chinesas que ameaçam o Facebook, Apple, Google e Amazon

Tainá é repórter da StartSe

8 de fevereiro de 2018

O país com o maior mercado do mundo está se mostrando não ser apenas um excelente local de manufatura (afinal, quantos produtos “Made in China” você já usou?), mas também uma maravilha para o desenvolvimento de novas tecnologias. Empresas chinesas criadas no país como Alibaba, Baidu, Tencent e Xiaomi já estão dominando o mercado chinês e agora se preparam para concorrer com players mundiais, inclusive dos Estados Unidos.

Cinco das maiores empresas de tecnologia no mundo nasceram na Costa Oeste dos Estados Unidos (três delas no Vale do Silício!) – e inovações continuam a surgir de lá todos os dias -, mas hoje já existem no mercado chinês quatro empresas para bater de frente com elas neste mercado, trazendo soluções e serviços semelhantes. Veja uma lista das maiores empresas dos EUA e seus concorrentes chineses:

Facebook x Tencent

O Facebook tornou-se a maior empresa de rede social do mundo mesmo sem estar disponível no país mais populoso do mundo: a China. Porém, justamente pela rede social não estar disponível no país, existem alternativas a rede social, a Tencent.

A Tencent é o maior portal de serviços de internet da China. A empresa possui redes sociais, rede de pagamentos, aplicativos de entretenimento, informação, utilidades e até laboratório de inteligência artificial. Mas uma das grandes estrelas da empresa é o WeChat, um aplicativo de mensagens instantâneas no qual é possível inclusive realizar pagamentos.

Valuation: A Tencent inclusive já ultrapassou o valuation do Facebook, quando atingiu o valor de US$ 550 bilhões.

Amazon x Alibaba.com

O Alibaba é o maior concorrente da Amazon no país asiático. A varejista possui um e-commerce que vende produtos variados e, assim como a Amazon, também está começando a conquistar espaço físico nas lojas. Além disso, o Alibaba possui o “AliPay” um serviço de depósito de pagamento online, que processa um grande número de transações na China.

Além disso, o Alibaba permite que consumidores vendam produtos para outros consumidores (como no Mercado Livre) através do Taobao e que outras empresas vendam seus produtos através do TMall. Portanto, além de lidar com o próprio e-commerce, o Alibaba ainda domina o mercado trazendo ferramentas para que outras pessoas vendam.

Hoje, a Amazon e o Alibaba competem mesmo fora do varejo – assim como a Amazon tem a nuvem Amazon Web Services, o Alibaba possui a AliCloud.

Valuation: A Alibaba possui, atualmente, o valor de US$ 483 bilhões.

Google x Baidu

O Baidu é um site de buscas na internet tal qual o Google. A gigante do Vale do Silício saiu do país em 2010, por negar filtrar os resultados pedidos pelo governo chinês, o que foi suficiente para o Baidu ganhar o mercado do país de vez. Hoje, o Baidu já lançou outros produtos além do buscador, como streaming de música e antivírus. O Google e o Baidu também concorrerão em outros setores pois ambas estão produzindo o próprio carro autônomo.

Valuation: atualmente, o Baidu vale US$ 81 bilhões.

Apple x Xiaomi

A Apple produz o design e o conceito dos iPhones no Vale do Silício, mas as peças dos aparelhos são produzidas na China. Mas, além de peças, a empresa encontrou algo mais no país: um grande concorrente. A Xiaomi é uma das empresas líderes em smartphones no país, produzindo também outros dispositivos como smart home devices e wearables – tal como a empresa de Steve Jobs. Segundo o Business Insider, a Xiaomi vendeu 92 milhões de celulares no ano passado – um aumento de 75% em relação a 2016.

Valuation: Até então, a Xiaomi possui o valuation de cerca de US$ 50 bilhões – mas a empresa poderá realizar um IPO no segundo semestre deste ano e a estimativa é atingir um valuation de US$ 100 bilhões.

Para conhecer de perto empresas como essas e startups estão revolucionando o mercado, estamos promovendo uma Missão para a China – um período de imersão em aprendizado com os maiores empreendedores e empresas do país. O país concentra algumas das maiores inovações do planeta: por exemplo, mal se usa dinheiro físico ou cartão de crédito por lá. Paga-se tudo no celular! É uma revolução sem fim!

Receba as novidades mais quentes da Tecnologia no mundo em seu e-mail.

Compartilhe:
Classifique: