Facebook adquire startup de verificação de identidade que trabalha para governo

A aquisição da Confirm possibilitará a confirmação de identidade dos usuários, conhecendo mais quem faz anúncios na rede social

Tainá é repórter da StartSe

24 de janeiro de 2018

O Facebook está comprando uma startup de software que autentica identidades emitidas pelo governo, anunciaram a rede social e a startup Confirm.io. Com a aquisição, o Facebook mostra que deseja saber mais sobre quem são as pessoas que compram publicidade na rede social.

A necessidade de saber mais sobre quem publica propagandas nasceu depois de advogados dos Estados Unidos afirmarem que o Facebook não conhece essas pessoas – inclusive as que compram propagandas relacionadas a eleições.

A startup Confirm.io é de Boston, e disse em seu site que a aquisição é o resultado de um trabalho de três anos construindo tecnologia para deixar as pessoas seguras na internet. O anúncio concorda com o que o próprio Facebook fez: “A tecnologia e expertise da Confirme irão apoiar nossos esforços de manter nossa comunidade mais segura”. Não foram revelados os termos do acordo.

A Confirm irá pausar suas operações e seus funcionários irão trabalhar no Facebook em Boston. De acordo com o que o Google salvou do site da Confirm, a startup possuía cerca de 26 funcionários no começo desse mês.

A preocupação com as eleições acontece porque, no ano passado, a rede social suspeitou que agentes russos estavam pagando posts patrocinados na rede social, nos Estados Unidos, na tentativa de dividir eleitores da eleição presidencial de 2016. Moscou nega as alegações, mas o candidato supostamente ajudado por eles – Donald Trump – ganhou o pleito.

Após as suspeitas, a empresa disse que começaria a pedir para que as pessoas que patrocinassem posts no Facebook relacionado às eleições confirmassem suas identidades. Hoje, mais de 6 milhões de pessoas veiculam propaganda no Facebook.

Startups hoje possuem um papel que vai além da criação de um modelo de negócios: elas trazem inovação para outras empresas. Para saber como empresas já estabelecidas podem inovar, facilitar processos e resolver problemas a partir da cooperação ou aquisição de startups – resolvendo problemas clássicos -, participe do Fast Innovation – um programa de aceleração de projetos de inovação corporativos.

(Via Venture Beat)

Receba as novidades mais quentes da Tecnologia no mundo em seu e-mail.

Compartilhe:
Classifique: