10 passos para você construir um aplicativo para smartphone

Depois de ler essa lista, se você tem real interesse em empreender através de um aplicativo (ou alguns) para smartphone

Felipe Moreno é editor-chefe do StartSe e fundador da startup Middi, era editor no InfoMoney antes

1 de dezembro de 2017

A verdade é uma só: que atire a primeira pedra quem nunca pensou em desenvolver um aplicativo para smartphone. Não importa onde tenha sido que você teve a ideia, provavelmente você já ficou imaginando o que fazer depois.

Bom, é para isso que existe o StartSe!! Separei um pequeno manual para você com 10 passos práticos para construir um aplicativo. Contudo, obviamente a realidade é mais complexa – então esse manual serve como um guideline.

Depois de ler essa lista, se você tem real interesse em empreender através de um aplicativo (ou alguns) para smartphone, talvez o melhor seja você dar uma olhada no ebook Passo a Passo para construir uma startup – a ideia é passar todos os passos com você e te ajudar a evitar os problemas que podem matar sua empresa.

Passo 1: Tenha um problema ou uma ideia em mente

Se você já sabe o que você quer construir, vá para o passo dois. Contudo, se você ainda não tem, é fácil arranjar um. O que você precisa é de um problema para resolver e, por sorte, eles estão em todos os lugares.

Empreendedores de sucesso resolvem problemas que outros não teriam imaginado. A grande maioria dos produtos surge para resolver problemas existentes. Faça uma lista, e escolha o seu, pense muito a respeito e descubra o que você pode fazer para resolver.

O mundo digital é perfeito para isso: é hora de transformar tudo que você conhece e facilitar. É uma oportunidade de ouro para empreender.

Passo 2: Identifique a necessidade

Tendo sua ideia, é hora de validar o que foi pensado. Há inúmeras maneiras de fazer isso. Uma delas é conversar bastante com seu público alvo, montar Google Forms, ver a busca pela solução do seu problema no Google Keyword Planner, criar uma landing page que mostra o que seu aplicativo pode fazer. O que não pode é não validar e ir para a selva com a faca nos dentes.

Passo 3: Desenha o que você quer construir

Após a validação, é hora de você colocar suas ideias no papel. Detalhe tudo que você quer construir, como quer que cada coisa funcione, vislumbre o futuro. Cada função deve ter um direcionamento explícito neste documento, detalhadamente. Esse documento vai ser o mapa do seu aplicativo e ajudará os desenvolvedores a ter noção do que você quer.

Passo 4: Remova tudo que não for o core do seu aplicativo

Agora que você desenhou como deve ser seu aplicativo, é hora de cortar tudo que não é essencial do planejamento. Neste primeiro momento, você quer oferecer apenas o que é o principal do seu aplicativo, sem as funções que são “bacanas de se ter”, mas não são necessárias e que podem ser adicionadas depois. Isso vai manter os custos baixos. Esse vai ser seu MVP.

Passo 5: Contrate sua equipe

Agora, é hora de contratar quem vai te ajudar nesta empreitada. É perfeitamente possível criar um aplicativo sozinho, mas é melhor você ter mais desenvolvedores do seu lado – principalmente se você não é um. Não terceirize seu projeto: para você, é sua empresa, para os outros, é só mais um trabalho entre outros tantos.

Passo 6: Design, design, design

A sua primeira, segunda e terceira prioridades devem ser ter um bom design para seu aplicativo na hora de desenvolver. E deve seguir a cabeça de Steve Jobs para tal: o design não é apenas como o seu aplicativo se parece, é como ele funciona. Estude UX (User Experience) e UI (User Interface). E mantenha o design simples e funcional

Passo 7: Crie contas de desenvolvedor

Você precisa ter contas de desenvolvedor para conseguir publicar o seu aplicativo nas lojas de aplicativos. A Play Store cobra US$ 25 (cerca de R$ 85), enquanto a App Store cobra entre US$ 99 e US$ 299 (entre R$ 337 e R$ 1.020), dependendo de sua necessidade. Você pode tanto criar contas como pessoa física como pessoa jurídica.

Passo 8: Desenvolva e coloque analytics

Aplicativo desenvolvido, coloque alguma ferramenta de análise de dados nele. Isso te ajudará a ter noção de quantos downloads, do engajamento dos usuários e da retenção deles. Com essa informação você vai…

Passo 9: Use o Feedback para melhorar a experiência

Conforme você vai recebendo dados, use esse feedback para melhorar a experiência de seu aplicativo. Vá resolvendo os problemas aos poucos e trazendo algumas melhorias aos poucos. A beleza de uma startup está no ciclo de usar o aprendizado para constante melhorias, conforme ensinado no Lean Startup.

Passo 10: Novas Features

Agora que o MVP do seu aplicativo está funcionando, comece a trabalhar em todas as funções que você planejou no passo 3, mas que tirou no passo 4. Vá adicionando-as aos poucos e analisando a aceitação de cada uma delas.

Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: