Duas startups brasileiras se fundem para criar gigante que movimenta R$ 1 bilhão

Câmbio Store e a Bidollar se uniram para escalar suas operações e esperam movimentar até R$ 1 bilhão até o final de 2018

Felipe Moreno é editor-chefe do StartSe e fundador da startup Middi, era editor no InfoMoney antes

3 de julho de 2017

Um dos mercados de ouro no mundo de startups é o de fintechs, que conta com diversas segmentações diferentes – entre elas, tem sido forte a criação de startups feitas para comparar a cotação e adquirir dólares e outras moedas estrangeiras. Neste mercado altamente competitivos, duas startups resolveram se juntar.

A Câmbio Store e a Bidollar se uniram para escalar suas operações e esperam movimentar até R$ 1 bilhão até o final de 2018 – quando a fusão estiver concluída e o modelo se tornar ainda mais conhecido pelos usuários brasileiros. As empresas tiveram vendas juntas de R$ 125 milhões em 2016.

A nova companhia deverá continuar com o nome e marca da Câmbio Store e permanecerá no segmento end-to-end, com toda a transação sendo feita diretamente no site da companhia – algumas empresas do segmento só mostram as taxas de câmbio.

A ideia da fusão surgiu em maio, quando os fundadores de ambas as empresas se juntaram para discutir perspectivas para o setor. “Percebemos que tínhamos competências complementares. A Câmbio Store possui uma das melhores usabilidades do mercado e a Bidollar traz um sistema de back-end robusto, de fácil escalabilidade”, diz Kenzo Tominaga, fundador da Bidollar.

Agora, juntas as empresas deverão aumentar o marketshare no mercado de câmbio e a capacidade de investimento para obtenção de novos usuários. Além disso, a empresa pretende desenvolver novos produtos para o setor de viagens e turismo.

As companhias possuem um histórico de 100 mil usuários, 87% de taxa de recorrência e um ticket médio de R$ 5.420. “Hoje somos líderes no end-to-end para câmbio de papel-moeda online. Nosso objetivo agora é liderar todos os produtos derivados nesse mercado”, destaca Bruno Ferreira, fundador da Câmbio Store.

As fintechs estão tomando espaço significativo no mercado brasileiro, tomando para si atividades que ou não existiam ou que eram realizadas por grandes bancos e afins. Estamos promovendo um evento sobre o assunto em São Paulo, clique aqui e veja mais informações a respeito.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: