Startup vai auxiliar no combate à corrupção no Brasil aumentando transparências

A KICK Ventures investiu R$ 500 mil na Apoia.Org, startup que conecta doações de eleitores a candidatos

Tainá é repórter da StartSe

16 de maio de 2018

Nos últimos anos, um assunto é alvo de discussão contínua no Brasil: a corrupção. Operações como a Lava Jato e Zelotes trouxeram holofotes nacionais e internacionais para um dos problemas atuais enfrentados no país. Em um ano de eleições presidenciais, o combate à corrupção se faz ainda mais importante – e agora as startups poderão ajudar também nesse setor.

O KICK Ventures lançou e investiu R$ 500 mil na Apoia.Org, uma startup para arrecadação de doações eleitorais. A Apoia.Org conecta doações de eleitores aos candidatos – e, segundo o fundo de investimentos, “de forma transparente e 100% auditada”. A auditoria garante que o limite de doações determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seja seguido e que o dinheiro vá diretamente para a conta de campanha do candidato.

A plataforma foi homologada pelo TSE para arrecadação e possui máquina de cartão de crédito ou débito, facilitando as doações. A startup já estará operando para as eleições de 2018, conduzindo doações de pessoas físicas – cada pessoa poderá contribuir com até 10% de seu rendimento do ano anterior. Por oferecer uma solução que envolve o mercado financeiro e político, a Apoia é uma fintech promissora – saiba como as fintechs estão revolucionando mercados em nosso e-book gratuito.

A pré-campanha eleitoral já começou e vai até 15 de agosto – os candidatos terão esse tempo para receber a doação das pessoas físicas. A doação de pessoas jurídicas está proibida na plataforma para esta eleição.

“Pelas novas regras do TSE, as doações realizadas no período de pré-campanha serão direcionadas para uma conta vinculada ao CPF do candidato, mas ficarão bloqueadas até o candidato efetivar sua candidatura, em 15 de agosto. Após a homologação da candidatura pelo TSE o candidato poderá ter acesso ao dinheiro doado e caso ele desista ou seja impedido de pleitear o cargo público o valor será devolvido para os eleitores que fizeram doações”, comenta Daniel Callirgos, CEO da Apoia.

Além da KICK Ventures, a startup também recebeu investimentos e apoio do PinBank, brasileira multinacional de meios de pagamento. “A PinBank entrou junto com a Apoia e com a KICK Ventures com a missão de levar seriedade para o processo de arrecadação eleitoral, acreditamos que pela primeira vez temos a chance e expertise para levar aos candidatos e sobretudo, para o eleitor brasileiro algo jamais visto na história desse país”, pontua o CEO da PinBank, Ricardo Barletti.

A Apoia.Org auxilia no combate à corrupção ao oferecer uma plataforma aberta e transparente para doações em campanhas de candidatos. A falta de transparência em doações de campanhas é uma das principais fontes de corrupção no país atualmente.

“A democracia padece de tecnologias anticorrupção e transparência. Em busca de um legado e impacto, estamos lançando esta Startup destinada a atender demandas regulatórias e agilidade aos eleitores, candidatos e partidos políticos em todo o ciclo de doação, marketing, meios de pagamento e prestação de contas ao TSE”, finaliza Raphael Mielle, Head of Investiments e M&A da KICK Ventures.

Quer ficar por dentro de todas as novidades de startups? Assine a nossa newsletter:

Compartilhe:
Classifique: