Conheça a pioneira dos chips de vegetais: Roots to Go

Mais um caso de empresa que surgiu a partir de um problema alimentício do fundador e a escassez de alimentos saudáveis para consumo prático

FoodVentures é o primeiro HUB de inovação FoodTech brasileiro. Nosso compromisso é transformar a forma como alimentamos o mundo através de nossa paixão por inovação.

9 de agosto de 2018

Quando adentrou o mercado brasileiro, entre 2015 e 2016, a Roots to Go foi tida totalmente como novidade. Pioneira no quesito snacks saudáveis, faturou grande ao apostar em um nicho até então mal atendido e em estratégias de exportação.

Em entrevista para o Economia UOL em 2016, o professor de estratégia de negócios da FGV, Alberto Ajzental, afirmou também que o foco em produtos diferenciados, típicos do Brasil, como a mandioca, garantem o sucesso da empresa, mas já previa que a concorrência deveria se acirrar.”É um mercado com baixa barreira de entrada, que não é protegido por patentes nem exige conhecimento específico para operar”, diz.

Como vimos agora com a Só.Snacks, Frispy e Qpod, o ramo de alimentos saudáveis e práticos no dia-a-dia vêm ganhando força, concorrência e investimentos. O “ingrediente” essencial continua sendo a saudabilidade: a Roots to Go oferece aos consumidores salgadinhos naturais, livres de corante, livres de glúten e transgênicos, mas com sabor de Brasil (raízes e frutas totalmente nacionais são utilizadas).

Fonte: EmbalagemMarca

Assim como nos casos de outras empresas, o surgimento da Roots to Go se deu em primeiro momento pois seu fundador, Felipe Dorf, descobriu ser intolerante à trigo, lactose e milho. O fato o motivou a mudar de ramo e investir na criação da empresa, que inicialmente apenas exportava os produtos para países como Estados Unidos e Israel.

Para apostar no mercado interno brasileiro, convocou os sócios Jonathan Grin e David Sinder para estruturar a empresa e definir estratégias. Os snacks saudáveis da Roots to Go são vendidos em grandes redes de supermercados, lojas de conveniência e de produtos naturais, com os preços variando de acordo com a quantidade contida em cada embalagem.

Para continuar inovando, a empresa vem lançando diferentes linhas de chips, como a Popps (chips de pipoca) e a Tapiokitas (chips de tapioca). Além disso, para superar problemas com fornecedores e qualidade dos ingredientes, a Roots conta ainda com uma fazenda na região de Mococa/SP, que colhe 100 toneladas de vegetais mensalmente. A fábrica está localizada na cidade de São João da Boa Vista/SP, produzindo aproximadamente 15 toneladas de salgadinhos por mês.

Compartilhe:
Classifique: