A EasyQasa cresce cada vez mais aqui e já mira o resto da América Latina

Conversamos com o co-fundador da EasyQasa, uma startup de serviços domésticos que já está dando o que falar

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

14 de março de 2016

A EasyQasa é provavelmente uma das soluções mais práticas e rápidas de se contratar um serviço doméstico nos dias de hoje. Isso porque toda a idealização de seu projeto foi cuidadosamente lapidada pelos sócios argentinos Martin Romero e Mateo Lalich Karki e o brasileiro Eliakim Silvestre.

Em um papo com o StartSe, Romero contou um pouco sobre como tudo começou e qual foi o caminho que tiveram que percorrer para chegar no patamar em que se encontram hoje, sob a consultoria de Robson del Fiol e Pierre Schurmann, da Bossa Nova Investimentos, e com taxas de crescimento de 25% ao mês.

“Tudo começou na casa da minha sogra. Quando descobri que a faxineira dela tinha que acordar às 4h da manhã, para chegar às 7h no trabalho, foi quase que desconcertante”. Lá em 2012, quando os negócios não iam tão bem assim na Argentina e a decisão de vir morar aqui no Brasil já havia sido tomada, o argentino começou a pesquisar modelos de negócios nos portfólios de fundos de investimento americanos que faziam sentido em trazer para a América Latina. No setor doméstico, viu uma oportunidade única de se investir.

“Desde o primeiro momento, observamos as tendências de mercado. O Brasil é um dos maiores consumidores de serviços domésticos do mundo, até na frente de lugares como a Índia. Agora com essa crise financeira está se tornando um pouco mais difícil de manter esse tipo de hábito e decidimos surgir como uma alternativa para esse cenário. Muitas pessoas estão optando por se desvincular de suas faxineiras mensais, porque não estão conseguindo pagar. Cada vez mais essas pessoas estão acionando serviços pontuais, quinzenais, agendados”, conta.

Para ele, o serviço também é bom para a empregada doméstica. “Acreditamos também muito em profissionalizar esse tipo de trabalho, que hoje é desregulado e ainda muito informal, dar oportunidades para melhorar a qualidade de vida dessas profissionais. Se conseguirmos fazer tudo isso e ainda por cima, facilitar a vida do cliente, que principalmente nas cidades grandes não tem tempo para resolver essas questões por conta própria, estamos felizes. Procuramos ser uma das maiores plataformas de contratação de serviços domésticos completos da América Latina.”

Se na visão dos administradores a ideia já era coerente, na prática também não deixou muito a desejar – aliás, rendeu até algumas boas histórias.

“Montamos a primeira plataforma e fomos tocando o negócio via home office. As primeiras pessoas a aderirem ao nosso sistema foram a faxineira de casa e suas amigas. Depois de estabelecida nossa visão, nosso modelo de negócios, começamos a investir na publicidade, na venda de nossos serviços, e logo a demanda cresceu. Tínhamos que expandir nosso time de funcionárias domésticas e o boca a boca com entre essas pessoas é muito forte. Quando fui ver, estava reunindo filas e filas no hall do meu apartamento de faxineiras interessadas em se cadastrarem na EasyQasa. Tomei uma baita bronca do síndico e tive que mudar. Na época eu não tinha muitos contatos dentro do mercado de startup brasileiro, portanto conversei com a gerente de um Frans Café, na frente da minha casa, para ver se não seria possível ministrar as entrevistas por lá. Rolou e enchíamos, duas vezes por semana, o Frans de diaristas tomando café esperando por sua vez na entrevista.”

E quem andava colocando dinheiro por detrás dessa empreitada? Romero conta: “recebemos um primeiro investimento do Chile, depois participamos de um processo de aceleração de startup pela AceleraTech, sob a supervisão do Pedro Waengertner. Recebemos o primeiro investimento anjo e agora estamos firmando nosso segundo. Desde a nossa criação viemos crescendo em taxas mensais completamente satisfatórias, de 20 à 25%.”.

Quando questionado sobre o modelo de negócios da startup: “possuímos um modelo parecido com o 99Taxi e o iFood. Apenas intermediamos o negócio que será feito entre o cliente e a funcionária doméstica. Temos um banco de cadastros de faxineiras, que pagam uma comissão para EasyQasa, que repassa uma série de oportunidades de serviços. Então somos uma ferramenta que facilita para que essas pessoas achem mais trabalhos e que cria uma fidelidade com o cliente, que sabe que pode confiar na qualidade consistente do nosso serviço. A chave é criar uma rede de confiança entre o consumidor, a EasyQasa e as funcionárias domésticas que cadastram seus serviços.”

Os profissionais da rede passam por um extenso processo de recrutamento, que estuda sempre as experiências, referências e antecedentes de cada um, antes de qualquer tipo de seleção. Há um padrão de qualidade a ser seguido, o que confere à startup consistência em tudo aquilo que oferece. Sobre como seus serviços funcionam, Martin continua:

“Trabalhamos por hora, então calculamos basicamente a metragem do apartamento, pela duração do serviço contratado. Existem algumas opções de pacotes padrão, que podem ser incrementadas algumas atividades extras”.

Para quartos e salas, espera-se encontrar mão de obra para arrumar a cama e trocar roupa de cama, limpar vidros e espelhos, aspirar ou varrer, tirar o pó e passar pano, limpar maçanetas e interruptores de luz e tirar o lixo. Alguns dos features que podem ser adicionados a essa opção são limpeza de superfícies não alcançáveis, limpeza de janelas e organização de armários.

Para cozinha,  espera-se que a funcionária lave a louça, limpe o fogão, as bancadas, o chão, a parte externa da geladeira, do freezer, de eletrodomésticos e armários, tire pó, passe pano, limpe maçanetas e interruptores de luz e tire o lixo. Pode ser adicionado o serviço de limpeza da parte interna de eletrodomésticos (geladeira, freezer, forno) e limpeza do interior dos armários.

Para banheiros, está garantido que a faxineira lave a privada, a área do chuveiro, banheira, pia e chão, tire o pó, passe pano, limpe vidros, espelhos, a parte externa de armários e gavetas e tire o lixo. Pode ser solicitada também a limpeza de áreas não alcançáveis, interior dos armários e teto.

Todos os produtos de limpeza são de responsabilidade do contratante.

O StartSe se colocou no lugar do cliente e sugeriu que Romero mostrasse como funciona o processo de contratação dos serviços da EasyQasa.

“O raciocínio é simples: o cliente contrata um serviço na plataforma, que automaticamente irá enviar a oferta de serviço para nossas faxineiras cadastradas mais próximas e, através de um ranking, alinhará as profissionais mais bem colocadas e que podem suprir da melhor maneira possível as especificações de seu pedido. Se essa pessoa aceita o serviço requerido, o sistema bloqueia sua agenda, dá um match e envia para o cliente todas as informações contidas em seu perfil. Não há uma escolha específica de profissionais para a primeira contratação, mas é possível entrar em um sistema de assinaturas, em que há a possibilidade de requerer por um mesmo profissional que já tenha feito o serviço com você e que agora você confia. Isso nos ajuda bastante porque fideliza e sabemos que aquela pessoa irá voltar.”

A operação é a seguinte: lembra da sogra? Foi desse caso que surgiu a ideia de trabalhar via geolocalização. Com aproximadamente 600 faxineiras cadastradas em todo o sistema da empresa, a EasyQasa atende toda São Paulo, ABC, Guarulhos, Osasco e Campinas. Portanto, se você está em uma das regiões que são cobertas pelo serviço, provavelmente existirá uma profissional perto de você. Sobre resultados:

“Até agora os resultados têm sido bastante satisfatórios, uma vez que, através de um sistema de avaliação do cliente, que vai de 1 a 5 estrelas, possuímos uma média de 4,5 por profissional. Esse nível é apenas atingido com cuidado e um sério processo de recrutamento de nossas funcionárias domésticas.”.

E como é feito o pagamento? “Tudo online. Utilizamos atualmente a plataforma MOIP, que aceita quase todos os cartões de crédito e é possível fazer transferências bancárias com alguns bancos”. Os serviços da startup estão disponíveis todos os dias da semana, a partir das 8 h da manhã.

Compartilhe:
Classifique: