Monkey conecta fornecedores a compradores de recebíveis

Startup quer simplificar e expandir o acesso e a oferta de crédito para a cadeia de fornecedores da indústria brasileira por meio de uma plataforma digital

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

22 de maio de 2017

A Monkey Exchange (confira seu perfil na base do StartSe) é uma startup que quer simplificar e expandir o acesso e a oferta de crédito para a cadeia de fornecedores da indústria brasileira. A ideia é conectar, por meio de uma plataforma de negociações digital, fornecedores da indústria tradicional a compradores de recebíveis.

“O mercado de créditos para PMEs no Brasil é bastante concentrado, com alto custo de acesso, além de bastante burocrático. A proposta da Monkey é ser um canal alternativo e complementar ao mercado tradicional de desconto de capital de giro. A plataforma vai ajudar a melhorar a liquidez da cadeia de fornecedores, permitindo que essas empresas foquem apenas no seu core business”, discursa Gustavo Muller, sócio-fundador da Monkey.

Na prática, o fornecedor entrega seu produto ou serviço para à empresa, que cadastra as faturas com seus respectivos vencimentos. Ele elege os títulos que deseja negociar no ambiente virtual e os compradores fazem a oferta. Funciona como um leilão, em tempo real, em um processo competitivo entre compradores. Novos títulos/recebíveis são adicionados e negociados diariamente.

Todas as operações são lastreadas pela empresa, que irá fazer o pagamento direto ao comprador dos recebíveis na data de vencimento agendada inicialmente.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: