Tracktoor quer melhorar o mercado de locação de equipamentos pesados no país

Os locadores podem cadastrar seus equipamentos e receber cotações, em tempo real, sem a ação de intermediários

tracktoor

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

30 de agosto de 2017

O setor de aluguel de máquinas e equipamentos pesados movimenta uma cifra média de R$ 9 bilhões por ano no Brasil, empregando mais de 100 mil pessoas. A Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção (Sobratema), em uma pesquisa sobre a demanda de frota no mercado brasileiro, estima que 30% do total de máquinas vendidas no Brasil são destinadas ao mercado de locação (esse número era de apenas 15% há dez anos). A venda de máquinas pesadas novas em 2017 está estimada em mais de 20 mil unidades. A Tracktoor (confira seu perfil no StartSe) é uma startup que quer capitalizar essa oportunidade!

“Estamos passando por uma crise econômica histórica e o setor acabou sendo bastante prejudicado em função do desaquecimento econômico. O número de obras no país chegou a reduzir 16,5% entre 2014 e 2015. O desencontro entre a oferta e a demanda por máquinas e a burocracia que envolve o processo de negociação de máquinas pesadas, atrasa o reaquecimento deste mercado, que já é muito ineficiente. Assim como em todos os setores da economia, agora chegou a vez do setor de Locação de Equipamentos aumentar sua eficiência no Brasil, utilizando a tecnologia a seu favor para sair fortalecido neste momento de ajuste econômico. Estamos no timing correto, a hora de inovar e reinventar o mercado de locações é agora, a aceitação do mercado está sendo fantástica”, afirma Rafael Cesar, CFO da Tracktoor.

O propósito da empresa é ser o maior ecossistema de máquinas e equipamentos do país, garantindo que construtoras, empreiteiras, mineradoras, produtores rurais e qualquer negócio tenham condições de encontrar e alugar máquinas e equipamentos variados, sem dor de cabeça, próximos de onde estiverem. Os locadores podem cadastrar seus equipamentos e receber cotações, em tempo real, sem a ação de intermediários.

Não deixe de conferir: Para acompanhar essas tendências, no dia 21 de setembro, em São Paulo, acontecerá a AgroTech Conference, maior conferência sobre agronegócios do Brasil. Clique no link e não deixe de participar.

“Uma das grandes dores que várias empresas de engenharia, construtoras, empreiteiras e mineradoras enfrentam em todo Brasil, é a dificuldade no momento de alugar máquinas e equipamentos, pois além da burocracia com documentação, muitas empresas acabam não encontrando os equipamentos que precisam próximos do local de execução das obras, em função disso, acabam arcando com altos custos com fretes. Por outro lado, vários proprietários de equipamentos acabam perdendo boas oportunidades de locação, por não possuir no mercado, até então, uma ferramenta prática e eficiente que possibilitava a divulgação destes para que os locatários pudessem encontrá-los próximos das obras que iriam executar, descomplicando consideravelmente o processo de locação de equipamentos. Somado a isso, o atual cenário econômico do país, faz com que seja cada vez mais necessário o uso da tecnologia para tornar os processos mais rápidos, eficientes e garantir a maior redução de custos possível para as empresas. Visando sanar esta e várias outras ineficiências do mercado de locação, criamos a Tracktoor, uma plataforma única cujo propósito é integrar locadores e locatários todos em um mesmo ambiente, onde estes podem negociar e fechar locações diretamente entre as partes, de forma simples e rápida”, faz coro o CEO Bruno Oliveira.

Durante o desenvolvimento do projeto ainda foi identificado um outro problema muito comum no mercado da locação de equipamentos: os altos custos com fretes.

“É muito comum uma empresa do Pará alugar equipamentos em Minas Gerais ou São Paulo, por exemplo. É uma prática comum no mercado que leva as empresas a gastar muito dinheiro com o transporte desses equipamentos. Nós solucionamos isso com um sistema que é único no mercado, a Geolocação Inteligente ™, que permite a localização, em tempo real, dos equipamentos mais próximos ao local de utilização, reduzindo os custos com transporte dos mesmos”, continua Pedro Landi, especialista em Inteligência de Mercado da Tracktoor.

A expectativa é ter mais de 20 mil máquinas de médio e grande porte disponíveis em 2018, equivalente a aproximadamente R$ 10 bilhões cadastrados na plataforma. “Há 3 anos iniciamos a programação da plataforma, e hoje estamos em uma fase de tração muito forte. Esperarmos fechar 2017 com 5 mil máquinas cadastradas, em 2018 vamos superar 20 mil máquinas. Temos que ter sangue frio nesta hora, precisamos do dinheiro para implantar novas funcionalidades na plataforma, mas queremos o investidor correto para atuar conosco neste setor”, finaliza Cesar.

Confira um vídeo:

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

Receba as novidades mais quentes da Tecnologia no mundo em seu e-mail.

Compartilhe:
Classifique: