LawTech Conference conta com bate-papo entre startups do setor

No total, foram doze startups jurídicas que se apresentaram no Lawtech Conference

Isabela Borrelli é repórter do Portal StartSe

10 de outubro de 2017

No Lawtech Conference, evento do StartSe que está contando com mais de 1000 pessoas ligadas ao setor, doze startups jurídicas apresentaram suas soluções inovadoras. Elas foram: Linte, Mediação Online, Legal Labs, Tikal Techs, Sem Processo, Nós8, UpLexis, Looplex, Jurídico Certo, Invenis, Contraktor e Legal Insights. Conheça melhor cada uma abaixo:

Linte

A Linte, como já falamos anteriormente, mais do que automatizar documentos, estrutura informações jurídicas que permite às empresas gerenciarem seus casos com mais inteligência. “Metade dos custos de um departamento jurídico poderiam ser economizados se os advogados soubessem usar a tecnologia a seu favor. O papel do advogado corporativo deve ser cada vez mais orientado à estratégia e ao negócio e menos às questões operacionais do dia a dia”, comenta o fundador Gabriel Senra.

Mediação Online

Ao lado da inovação, a mediação é uma promessa da área como uma forma de desafogar o sistema judiciário e resolver conflitos sem precisar levá-los a julgamento. Aliando essa aposta à tecnologia, é possível potencializar essa promessa, reduzindo a sobrecarga de mais de 115 milhões de casos, atualmente acumulados no sistema. Foi isso que a Mediação Online fez, trazendo uma solução que une a mediação e a tecnologia.

“Temos levado para as empresas uma proposta de 100% online e 100% humana. Quando apresentamos nossa proposta de trabalho e nossa plataforma, a identificação com o que as empresas buscam para fortalecer suas relações com seus clientes e seu impacto social é instantânea. Ao oferecer um método alternativo de resolução de conflitos, que permite que as partes em conflito dialoguem em pé de igualdade e com o auxílio de um mediador profissional — isento, imparcial e altamente qualificado —, as empresas alinhadas com as melhores práticas de mercado e foco nas pessoas reforçam esse seu posicionamento, fortalecem suas relações com seus clientes”, conta a co-founder e COO Camilla Lopes em entrevista ao StartSe.

Legal Labs

Com outra abordagem, a Legal Labs utiliza inteligência artificial para ajudar a aliviar o jurídico. No caso, a plataforma ajuda procuradorias do Estado a fazerem peticionamento automático a partir de machine learning, assim como gestão de processos jurídicos e acompanhamento de resultados. “Essa semana, a Dra. Luzia gerou 668 petições de um total de 773. Se você fizer uma regra de três, ela fez 85%, 90% de todo o trabalho, sem nenhum contato humano, para depois a equipe do órgão conferir“, revela o também professor.

Tikal Tech

Por fim, a Tikal Tech é uma lawtech que oferece uma combinação de serviços através de softwares (SAAS) e consultoria de acordo com a necessidade do cliente final. As soluções trazidas pela empresa procuram economizar tempo dos advogados, trazendo a automação de processos repetitivos e de pouco valor. O Eli Bot, por exemplo, é um robô-assistente que usa a inteligência artificial para trazer produtividade.

Sem Processo

A Sem Processo é uma startup jurídica criada para auxiliar as empresas na redução de custos com a gestão do contencioso de massa e na diminuição de entradas de ações judiciais. Entenda melhor:

Nós8

O Nós8, coletivo jurídico que doa assessorias jurídicas para empreendedores que estão começando, é formado por oito advogados que se juntaram criar a primeira plataforma de legal knowledge sharing. O objetivo é claro: fomentar o ecossistema brasileiro de startups e ajudar no futuro do país. O Nós8 oferece ajuda não só para quem está bem no comecinho do empreendimento, como também para quem já está mais avançado (nesse caso, a consultoria seria paga).

UpLexis

A UpLexis é uma lawtech que aplica Big Data, Cloud Computing e Machine Learning na captura, classificação, armazenamento e apresentação de informações para a tomada de decisão de risco dentro de empresas.

“Conseguimos enriquecer a experiência do usuário através de soluções completas para automatizar processos de conheça seu cliente, funcionário, fornecedor, parceiro de negócio e concorrentes. Vários setores se beneficiam de nossas solução, principalmente o judiciário. Estamos presentes em diversos escritórios de advocacia, departamentos jurídicos de empresas, ministérios públicos, controladorias e tribunais de conta”, começa o CEO Eduardo Tardelli.

Looplex

Automação inteligente de documentos jurídicos: isso é a Looplex. A plataforma permite que advogados escolham modelos pré-definidos de processos, responda as perguntas necessárias (como os dados do cliente) e a Looplex gera o documento, poupando tempo. O profissional paga de acordo com a quantidade de documentos gerados.

A automação através da plataforma da Looplex permite que seja registrada a hora em que está sendo utilizada, a quantidade de documentos e as condições em que se está produzindo, mostrando o quanto de revisão e edição é necessária – otimizando o processo de escrita em comparação se o documento fosse feito no word, por exemplo.

Jurídico Certo

O Jurídico Certo lançou recentemente uma ferramenta personalizada com o intuito de proporcionar facilidade e agilidade em processos jurídicos com o uso de tecnologia.

Com ela, as empresas contratam os correspondentes pelo site e fazem o pagamento dos serviços por meio de uma fatura mensal, sem qualquer taxa ou mensalidade adicional a ser paga ao site. A fatura é repassada aos correspondentes.

Invenis

A Invenis é uma lawtech que oferece um sistema capaz de identificar novas ações ajuizadas nos tribunais brasileiros. O sócio-fundador e CFO Matheus Bombig notou que muitos trabalhos massivos ainda eram realizados por paralegais ou estagiários aqui no Brasil.

O funcionamento é simples: quem você quer monitorar? Informe o nome e dados (CNPJ e CPF) das empresas e/ou indivíduos. Selecione os tribunais: a pesquisa pode ser feita nos Tribunais Estaduais e Regionais Federais, ou nos Tribunais Superiores. Receba informações por email: O sistema faz a busca nos tribunais selecionados e envia dados das novas ações para o seu endereço eletrônico.

Contraktor

A Contraktor é uma startup de lawtech que busca agilizar a gestão de contratos, tornando-os completamente digitais. A proposta é de diminuir o tempo de produção –através de modelos pré-definidos e autopreenchimento -, ser uma plataforma de colaboração e negociação entre equipes, e trazer status de andamento de contratos.

“O nosso objetivo é fazer as empresas fecharem mais contratos em menos tempo e conseguirem lidar com esse volume maior de negócios. A proposta de transformação acontece migrando os processos físicos – extremamente sujeitos a falhas que geram custos – para online, com a garantia que não serão extraviados dados e documentos”, afirma o CEO da Contraktor, Bruno Doneda.

Legal Insights

A Legal Insights é uma plataforma de inteligência jurídica. Ajudamos grandes empresas a reduzirem o custo com processos de contencioso. A plataforma coleta uma série de informações, passa por um modelo analítico e ajuda os gestores a responderem algumas dúvidas, como qual é o melhor escritório que ele pode usar para determinado tipo de processo e qual o valor de acordo que ele pode firmar para otimizar seus ganhos. O produto não é desenvolvido para escritórios, não é para advogados, é para o gestor jurídico que está dentro das empresas. Focamos bastante na redução de custos”, comenta o fundador Marcos Speca.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: