4 aplicações de Inteligência Artificial em serviços comuns de tecnologia

Aqui estão algumas das maneiras interessantes pelas quais as empresas já estão trazendo IA para seus mais populares serviços

Lucas Bicudo é repórter do Portal StartSe.

22 de dezembro de 2017

Poucos tópicos em tecnologia geram tanta atenção e debate quanto a implementação de Inteligência Artificial. Como na maioria dos casos, a fantasia é sempre tem um apelo maior do que a realidade. Apesar dos avisos de Elon Musk sobre robôs destruindo a humanidade, permanecemos seguros.

Em suma, IA é uma força neutra produzida por grandes coortes de programadores usando código aberto para criar a próxima geração de tecnologia de computação. Mas isso não significa que Inteligência Artificial já não tenha um tremendo impacto na sociedade, com coisas do dia-a-dia. Aqui estão algumas das maneiras interessantes pelas quais as empresas já estão trazendo IA para seus mais populares serviços.

O Facebook identifica usuários com sinais de depressão

Com as pessoas compartilhando tanta informação pessoal no Facebook, a empresa decidiu usá-las para o bem. O Facebook implementa IA para verificar mensagens de usuários com sinais de depressão ou pensamentos suicidas. O Facebook não fornece os critérios específicos para identificar quem está em risco, mas acredita-se que o algoritmo procure comentários que expressem preocupação ou suporte.

O Facebook também verifica feeds em tempo real para vídeos que atraem taxas de atenção invulgarmente altas ou comentários preocupantes. O algoritmo então entrega o conteúdo aos moderadores, que enviam informações úteis do usuário ou, em alguns casos, entram em contato com serviços de emergência.

A Uber cria preços dinâmicos

Quanto custa pedir um Uber? Isso depende de quando e onde você está. Embora seja entendido que o setor de ride-hailing altera os preços com base em fatores como a hora do dia, a localização e a duração, a Uber leva esse conceito a um novo nível com uma iniciativa de Inteligência Artificial.

A empresa implementa a tecnologia para criar um modelo de precificação dinâmico baseado em condições físicas e sociológicas em tempo real. Por exemplo, de acordo com a ZDNet, “Se um cliente marcar um passeio de uma área mais rica para outra … eles podem ser convidados a pagar mais do que alguém em direção a uma área menos afluente – independentemente da distância, quilometragem ou tempo necessário para viajar”.

Válida menção que não está sendo um movimento muito positivo para a Uber, sob a perspectiva dos negócios, já que a empresa está vivenciando um colossal e contínuo pesadelo de RP, especialmente porque as taxas aumentadas ou infladas não são transmitidas aos motoristas.

Embora a implementação da Uber possa não representar a execução mais caritativa de IA, ela mostra o potencial de interações dinâmicas com o nosso ambiente.

A Amazon te ajuda se vestir

A Amazon traz Inteligência Artificial para o seu quarto com o Amazon Echo Look, uma versão do popular Amazon Echo com câmera. Usando algoritmos treinados por especialistas de moda, o Echo Look envia sua imagem através da nuvem para análise e, em seguida, faz recomendações com base nos dados coletados.

Obviamente, isso não é apenas a Amazon mostrando seu lado altruísta. Ao fazer recomendações, o Echo Look também pode recomendar compras que possam completar o “look” – tudo direto do dispositivo. As pessoas adoram compras online, mas são reticentes a abraçarem completamente a compra de roupas online. Os consumidores se preocupam com os aspectos intangíveis de suas roupas, como ajuste e sensação, e essas coisas podem ser extremamente difíceis de determinar no campo digital. No entanto, o Echo Look poderia “conhecer tudo sobre você, especialmente seu tamanho e suas preferências”, escreve Jon Markman para a Forbes.

A Microsoft melhorou a experiência do atendimento ao cliente

Inteligência Artificial auxilia o Office da Microsoft na criação de uma experiência de serviço ao cliente mais dinâmica, intuitiva e natural. Por exemplo, o serviço Skype da Microsoft permite chatbots que respondem a perguntas de experiência do cliente ou questões de propósito geral sobre coisas como clima ou tráfego. Além disso, o mecanismo de busca da Microsoft, Bing, usa IA para saber mais sobre os hábitos de navegação de um usuário, de modo a refinar continuamente os resultados de pesquisa para cada usuário.

Claro, as ambições da Microsoft com a tecnologia são muito mais significativas do que esses processos bastante fundamentais. Para ajudar a acelerar o desenvolvimento de IA, a Microsoft, o Facebook e a Amazon se juntaram em uma linguagem de programação de código aberto. O pacote de programação ONNX-MXNet permite que especialistas de cada empresa – e de comunidades externas de desenvolvimento – façam avanços na área.

As expressões tangíveis de Inteligência Artificial já estão integradas ao nosso mundo e, em muitos aspectos, estão melhorando nossas vidas. E é assim que a tecnologia é hoje: já está aqui, mas também estamos apenas começando a ver o que é verdadeiramente capaz.

(via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

Receba o melhor do nosso conteúdo para te ajudar

Compartilhe:
Classifique: